Biblioteca

_Biblioteca_


A Biblioteca do Colégio Mercês é um espaço acolhedor, que integra várias manifestações. É um local agradável onde amigos podem se encontrar para montar um quebra-cabeça, é cenário para uma exposição, é acervo riquíssimo para estudo e pesquisa e é também um convite para descobrir na leitura, um grande prazer. Que alegria receber os alunos! Até breve.


 ACESSE GALERIA DE IMAGENS:


Na última semana de maio, depois de iniciarmos o projeto que diz não ao trabalho infantil, vimos a história de uma menina trabalhadora numa fábrica de brinquedos. Ela era uma dagonmei. Publicado em 2015 pela editora MOVpalavras, O sonho de Lu Shzu, escrito por Ricardo Gómez, traz uma triste realidade infantil que precisamos todos os dias combater.


UM SONHO DE  LU SHZU


UM SONHO DE  LU SHZU 2


UM SONHO DE  LU SHZU 3



UM SONHO DE  LU SHZU 4


UM SONHO DE  LU SHZU 5


UM SONHO DE  LU SHZU 6


UM SONHO DE  LU SHZU 7


Dia das mães é todo dia! Mas desde a semana passada que só se fala disso e nas Oficinas de leitura nós homenageamos as mamães com a leitura de dois livros bem divertidos e que nos fazem pensar sobre como são as mães. São amorosas, queridas, atenciosas, fazem tudo pelos filhos. E eventualmente também são bravas, ficam nervosas ou tristes e se descontrolam. Não é mesmo? E isso é tão normal. Acontece com todas as mães e não significa que ela não ame o seu filhote. A mamãe pinguim do livro “Mamãe zangada”, da escritora alemã Jutta Bauer é justamente o exemplo disso!
A outra mãe do livro “Quando mamãe virou um monstro”, escrito pela Joanna Harrison, também fica bem nervosa! Ela até vai se transformando…
Crianças, avante! Vamos cuidar muito bem das nossas mães. E vamos seguir tranquilos, pois temos também quem cuida de nós.
MAMÃE ZANGADA


Mamãe Zangada – Cenas 

mamae zangada cenas
mamae monstro


Abril é um mês que traz três importantes datas comemorativas da nossa história. Por isso, nas Oficinas de Leitura, falamos dos indígenas que já estavam aqui quando os portugueses descobriram as terras do Brasil, relembramos como fomos colônia explorada por anos e anos e destacamos uma figura fundamental para o processo de independência do Brasil: Tiradentes.
A história é assim, um emaranhado de fatos que estão conectados.

 

Anotem as sugestões de leitura!


O TUPI QUE VOCÊ FALA
O tupi que você fala – Claudio Fragata
Sim senhores! Vocês entendem quando dizem guri, jabuticaba ou jabuti? sim, nós falamos tupi!


PINDORAMA
Pindorama – Palavra Cantada
Da série chamada Siricutico, esse livro cd traz a história contada e cantada em lindas imagens da cultura indígena e dos portugueses também. Como será que foi esse encontro, hein, gente?! Nem a mesma língua eles falavam!

TIRADENTES
Tiradentes – Coleção Saga de heróis
Ao morrer por uma causa, Tiradentes transforma-se num mártir, num herói. O que ele desejava e defendia, a independência do Brasil, só se tornou realidade alguns anos depois da sua morte. Nesse livro a narrativa vai desde o seu nascimento, até a sua trágica morte.



DESTAQUE EM ABRIL  —–> 


OFICINAS_DE_LEITURA